O velho fazendeiro
   

ra uma vez ...

Um próspero fazendeiro, dono de muitas propriedades e que estava gravemente enfermo. Sua preocupação maior era com o clima de desarmonia que reinava entre os seus quatro filhos. Com o objetivo de dar-lhes uma lição ele mandou chamá-los para fazer uma revelação importante. Prontamente eles atenderam ao chamado do pai que comunicou-lhes a seguinte decisão:

- Como vocês sabem, não me resta muito tempo de vida e eu quero aproveitar para avisá-los que vou deixar todos os meus bens para apenas um de vocês.

Os filhos espantados se entreolharam e surpresos ouviram o restante que o pai tinha a dizer:

- Vocês estão vendo aquele feixe de gravetos ali atrás da porta? Aquele que conseguir partir o feixe ao meio com apenas as mãos, este será o meu herdeiro.Um a um teve a sua chance de tentar quebrar o feixe, mas nenhum deles, por mais esforço que fizesse, foi bem sucedido nas tentativas.

Indignados com o pai que lhes propusera uma tarefa impossível, começaram a reclamar.

Foi quando o fazendeiro pediu o feixe e disse que ele mesmo iria quebrá-lo. Incrédulos, os filhos deram o feixe de gravetos para o pai que, deitado, foi retirando um a um dos gravetos do feixe e foi quebrando-os separadamente até não restar um único graveto inteiro. E depois concluiu:

- Enquanto vocês estiverem unidos, nada poderá pôr em risco tudo que construí para vocês. Mas separadamente vocês são tão fragéis quanto cada um desses gravetos.

Assim como dois pedaços de madeira podem sustentar mais peso do que a soma que cada um pode sustentar separadamente, da mesma forma o ser humano chegará a conclusão que um ajudando o outro, nós todos iremos muito mais longe que o famoso ditado "cada um por si e Deus por todos..."

Fonte: http://www.geocities.com/decoracao/refletir/index.html

Voltar | Subir

 

COMPARTILHE A MINIWEB EDUCAÇÃO COM SEUS AMIGOS